sábado, 19 de setembro de 2009

Graviola: Mais uma cura para o câncer

E-mail recebido hoje de uma amiga diz o seguinte:

"CÂNCER-UMA ERVA QUE CURA
Vejam só que interessante:

Recebido de Dr. Rômulo d'Avila (médico).
Repassem aos seus contatos.
Notícias assim não são divulgadas por causa da pressão dos grandes laboratórios farmacêuticos.
Mas esse é o lado bom da Internet.

(Foi pesquisado pela USP e é válida - Dr. Panizza confirmou)
SE VC CONHECE ALGUÉM QUE TEM CÂNCER, POR FAVOR ENCAMINHE ESSE E-MAIL. MAS MESMO QUE NÃO CONHEÇA ENCAMINHE A OUTRAS PESSOAS, PORQUE QUEM SABE, ESSAS POSSAM AJUDAR ALGUÉM QUE PRECISE.
ALÉM DE CURAR O CÂNCER, ESSA FOLHA TEM OUTROS BENEFÍCIOS.

A folha de graviola cura câncer.
Segundo Evandro Romualdo, um amigo lhe confidenciou a seguinte história:

Que sua esposa após descobrir um câncer no seio que chegou a se espalhar pelo seu corpo, estava praticamente com os dias contados.
Foi então que descobriu uma publicação sobre o CHÁ DE GRAVIOLA.
A notícia estava em um site e o título do artigo é CANCER MAGIC BULLET DISCOVERED, but drug giants hushes it up!- 10,000 times stronger than chemotherapy with no adverse side effects...

Na reportagem eles citam o quanto o extrato da GRAVIOLA é 10.000 vezes mais forte do que a quimioterapia por drogas, e sem efeitos colaterais.
Citam também a árvore como sendo encontrada na floresta Amazônica.
Enfim, a esposa dele também tomou o chá, e em dois meses não tinha mais nenhuma sequela ou ferida.
Hoje está viva e saudável!

AQUI FICA A DICA PARA QUEM PRECISAR, SE PUDER DIVULGUE, QUEM SABE
ASSIM CONSEGUIMOS AJUDAR MAIS PESSOAS COM ESSA NOVA DESCOBERTA .

ABAIXO SEGUEM OS SITES DE CONSULTA:
American College for the Advancement in Medicine: http://www.acam.org/
American Academy of Environmental Medicine: http://www.aaem.com/
International College of Intergrative Medicine: http://www.icimed.com/
Meridian Valley Laboratory: http://www.meridianvalleylab.com

Vamos lá pessoal, uma mensagem desta tem que circular, se não der tempo de ajudar estas pessoas, pelo menos que levem a esperança, e quem sabe com isto o próprio organismo se supere como ocorrem em vários casos."
Enviado por Norma Meneguelli em 19/09/2009.

Bem... quem segue esse meu blog sabe que, quando eu publico alguma coisa é porque eu pesquisei antes (e muito) e a última coisa que eu quero é que alguém perca a credibilidade no que escrevo aqui.

Então, vamos às considerações:
Estou ciente (e muitos de vocês devem estar também) que pra quem tem câncer, qualquer notícia dessa espécie é, pelo menos, mais uma esperança e mais uma forma de se tentar uma solução para a doença ou, ao menos uma ajuda para o tratamento.
Principalmente quando se diz que, se não fizer bem, mal também não fará.

Por outro lado, o conhecido Dr. Dráuzio Varela diz, no artigo "A cura do câncer" publicado em 26/06/2004 (Folha de São Paulo, caderno Ilustrada, página E12), o seguinte:
"Se um dia você ouvir falar que foi encontrada a cura do câncer, não leve a sério.
O que chamamos de câncer é, na verdade, um conjunto de mais de cem patologias que, em comum, têm apenas a célula maligna."

Isso quer dizer que, se alguém descobrir uma cura para um tipo de câncer, nunca estará descobrindo para todos.
Por isso é que temos hoje alguns tipos da doença que são curáveis e outros não.
Logo, o chá da graviola pode até ter sido eficaz no combate a algum tipo de câncer, mas jamais poderá ser apontado como responsável pela "cura do câncer".

Um segundo ponto a observar, que já é comum nesse tipo de mensagem:
Quem é o Dr. Rômulo d'Ávila? E o Dr. Panizza? E Evandro Romualdo?
Qual o CRM, endereço ou telefone dessas pessoas?
Porque esses envolvidos nunca se identificam, já que poderiam estar ajudando a milhares de pessoas?

Dos links mencionados para consulta, no primeiro (ACAM) encontra-se a seguinte mensagem numa de suas páginas: "ACAM DOES NOT PROVIDE MEDICAL ADVICE TO THE PUBLIC", ou seja a entidade não provê aconselhamento para o público e destina-se, exclusivamente, à classe médica. E em nenhum dos quatro se refere a soursop (graviola em inglês), nem a corossolier (graviola em francês).

Pesquisando no Google, chega-se a mais de 42.000 resultados! (a pesquisa foi feita com "graviola cancer OR soursop OR corossolier". E a grande maioria remete a sites que vendem extrato de graviola, cápsulas de graviola ou algo parecido.

Mas descobri também através de consulta a alguns sites que...
-> Há centenas de anos a população indígena da América do Sul usa partes da árvore - casca, raízes, e frutos - no tratamento de doenças cardíacas, asma, problemas de fígado, artrite;
-> É antibacteriano, anti-reumatico, e muito útil para combater tosse, diarréia e febre;
-> Usado em dosagens de 600 mg, na forma de cápsulas, pode ser combinada com vitaminas A, E, C e Selênio;
-> É um tratamento que pode e deve tornar-se uma das poucas alternativas no combate ao câncer, doença que tanto mal vem causando... porque evita possíveis infecções, protegendo o sistema imunológico e, diferente da quimioterapia, a graviola é seletiva, não destrói células saudáveis;
-> Considerada por alguns como aliada importante no combate a mais de doze tipos de câncer (pulmão, seio, próstata, entre outros);
-> Estudos realizados "in vitro" em mais de vinte laboratórios mostram que proporciona uma melhora - durante o tratamento - bem maior que com a quimioterapia;
-> Desde 1996 o Health Sciences Institute (Instituto de Ciências e Saúde dos Estados Unidos) coleta e estuda dados sobre a graviola para o tratamento do câncer. Os cientistas procuram comprovar sua real eficiência no combate às células cancerígenas.

Conclusão:
Para saber a resposta correta, converse com o seu médico.
Veja o que ele diz sobre isso e também sobre outras lendas semelhantes que circulam pela Internet. Ele vai dar a orientação adequada.
Enquanto isso, não acredite em curas milagrosas ou algo que se apresente como 10.000 vezes mais forte que um tratamento convencional.

Leia também neste blog:

1 comentários:

Cinderela Móveis disse...

Olá, meu médico ouviu falar de um colega seu que tomou o chá de graviola, e que notavelmente diminuiu ou até quase q desapareceu o tumor nos exames de Pet Scan. Porém não se sabe quanto das folhas ele usou e como foi a posologia prá isso. Acredito que temos que procurar o médico ANTES de tudo e concordo com a consideração de se saber QUEM é este médico!? Não se acha nenhuma informação pessoal dele nos sites de busca.
É bom sempre termos cuidado!
]
Abraços
Alyssa

Postar um comentário